Tags

, , , , , ,

Alt_20181123_KinoBeat_0087

O Kino Beat tem o histórico de incentivo à criação e desenvolvimento de shows e espetáculos inéditos para compor a sua programação. Para a quinta edição do festival, que ocorreu de novembro de 2018 a janeiro de 2019, o espetáculo “Tudo nasce de uma ferida íntima”, foi desenvolvido de forma colaborativa e horizontal por Mirna Spritzer, Isabel Nogueira e Gabriel Cevallos.

Alt_20181123_KinoBeat_0262

Duas mulheres em cena. Construída apenas com registros de autoras, a dramaturgia de “Tudo Nasce” é formada por textos líricos, reportagens, entrevistas, textos escritos especialmente pra ocasião, áudios de Marielle Franco e Angela Davis, além de trechos do filme ”Um corpo feminino”, de Thais Fernandes. Uma performance de palavras, vozes, sons e luz, em remix de gestos e vozes de mulheres.

Alt_20181123_KinoBeat_0173

Alt_20181123_KinoBeat_0216

Sons, poesia de sons e música. Música de palavras e gestos. Remix de ser muitas mulheres. Universo de sensações. Dor e prazer. Som e fúria. Fragmentos de entrevistas, depoimentos, poesia e escritas pessoais. Tudo nasce de uma ferida íntima. Cinema e luz projetando corpos femininos. Outras tantas nas vozes e imagens. Um quebra-cabeças em loop. Em cena, o sentimento, o ruído, a celebração de ser agora.

Alt_20181123_KinoBeat_0185

Alt_20181123_KinoBeat_0201

Textos: Angélica Freitas, Cássia Pinto, Daniela Delias, Eliane Brum, Isabel Nogueira, Mirna Spritzer, Dea Trancoso, Sophia de Mello Breyner Andresen, Wislawa Symborska e Xoxotas de Pelotas. Entrevistas de Angélica Lidell e Debora Noal

Participação especial de Thais Fernandes com o curta-metragem “Um corpo feminino” e desenho e luz de Mirella Brandi.

Fotos: Fabio Alt

Alt_20181123_KinoBeat_0245

Alt_20181123_KinoBeat_0443

Anúncios