até aqui em 2019

em meio ao descarte, ao desmonte, à brutalidade, nós artistas, nós brasileiras, nós professoras.

a gente não se desmonta. a gente se monta, monta.

a gente responde com sensibilidade, criação e poesia.

são aulas, encontros, espetáculos, filmes.

e resistência.

nas fotos são Tula, Den Os, Lurdes e Dóris.

Expresso Paraíso estreia nesta terça, 21 de maio

Tags

, , , , , ,

expresso

Expresso Paraíso estreia nos dias 21 e 22 de maio, às 20h, no Goethe-Institut Porto Alegre, pelo 14º Festival Palco Giratório Sesc/Poa. Depois, segue temporada de 24 de maio a 9 de junho, nas sextas, sábados e domingos, no mesmo horário e local.

Com dramaturgia do austríaco Thomas Köck, o espetáculo Expresso Paraíso aborda o esgotamento da modernidade ocidental na perspectiva de cinco viajantes europeus em um misterioso trem desgovernado. Ao mesmo tempo, um casal de imigrantes chineses, cheios de esperança, viaja à Europa em busca do paraíso. Um filho coloca-se ao lado do leito de seu pai moribundo, que sofreu queimaduras graves. O coração ainda bate, mas vale a pena lutar? Qual é o preço que se paga pelo paraíso?

A montagem da Ato Cia.Cênica integra o Projeto Transit 2019, realizado pelo Goethe-Institut Porto Alegre em parceria com o Sesc/RS e o portal Agora Crítica Teatral. A iniciativa selecionou dois diretores para encenar a obra Jogar Paraíso (Paradies Spielen) de Köck, lançando estímulos para ampliação e qualificação do campo crítico das artes cênicas na capital gaúcha.

FICHA TÉCNICA
Dramaturgia: Thomas Köck
Tradução: Christine Rohrig
Direção: Mauricio Casiraghi
Realização: ATO cia.cênica, Goethe Institut e Sesc-RS.
Elenco: Arlete Cunha, Danuta Zaghetto, Marcelo Mertins, Mariana Rosa, Mirna Spritzer, Paulo Roberto Farias e Rossendo Rodrigues
Produção: André Varela, Danuta Zaghetto, Louise Pierosan e Maurício Casiraghi.
Atriz substituta: Iassanã Martins
Iluminação: Luciana Tondo
Cenografia: Rodrigo Shalako
Trilha sonora: Caio Amon
Operação de som e vídeo: Manu Goulart
Figurino: Déh Dullius
Criação de objetos cênicos: Paulo Martins Fontes
Crítica interna: Michele Rolim
Assessoria de imprensa: Louise Pierosan
Projeto gráfico: André Varela
Hair Stylist: Jonathas Diniz
Redes Sociais: Maí Yandara
Apoio: Cia/Estúdio Stravaganza, Viação Ouro e Prata, Cubo, Parangolé Bar E Restaurante, Guardachuvaria Contornos, TVE RS e FM Cultura – 107.7

Data: De 24 de maio a 9 de junho, todas as sextas, sábados e domingos, sempre às 20h.
Local: Instituto Goethe (R. 24 de Outubro, 112)
Recomendação etária: Livre
Duração: 90 min.

INGRESSOS:
Antecipados: R$ 30 e R$ 15 para estudantes, idosos, alunos do Goethe Institut e classe artística pelo link http://bit.ly/ExpressoParaisoVendaOnline
Na hora: R$ 40 e R$ 20 para estudantes, idosos, estudantes do Goethe Institut e classe artística.
A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo.

Mais informações:
www.atociacenica.com
Facebook: ATO cia.cênica
Instagram: @atociacenica

Sarau da Clara Corleone – Só as mães são felizes

Tags

, , , ,

58686707_2139568803000678_7808367551922044928_o

No dia 09 de maio, ocorreu mais uma edição do Sarau da Clara Corleone no Von Teese, com a participação de Mirna Spritzer e Patricia Fagundes.

60104228_2139568886334003_2697561477061017600_o (1)

O evento literário traz a cada edição um tema que pauta os textos lidos por Clara e as personalidades que participam. O de maio foi “Só as mães são felizes”.

59978574_2139567109667514_676230682220953600_o

O evento da escritora e atriz já recebeu as escritoras Martha Medeiros e Claudia Tajes, as políticas Manuela D’Ávila e Fernanda Melchionna, os jornalistas Katia Suman, Carol Anchieta, Vitor Necchi, Roger Lerina e Paulo Germano, as atrizes Maria Galant e Catharina Conte, os diretores de teatro Júlio Conte e Patsy Cecato, o músico Carlinhos Carneiro e o ator Bruno Bazzo, entre outros.

Expresso Paraíso – ensaios

Tags

, , , , , , , , , , , , , , ,

IMG_3191

Projeto do momento – Expresso Paraíso, com estreia agendada para maio, no Goethe-Institut.

IMG_2507

O espetáculo integra o Projeto Transit, com realização da ATO Cia Cênica.

cbc61c72-4fff-4dbe-81b2-3f013b9c74fe

Texto de Thomas Köch e direção de Maurício Casiraghi, com Arlete Cunha, Danuta Zaghetto, Marcelo Mertins, Mariana Rosa, Mirna Spritzer, Paulo Roberto Farias e Rossendo Rodrigues.

IMG_3147
Ensaios em andamento, apropriação do texto e construção das cenas.

O trem ou os trens que nos movem no mundo deste século XXI. Imigrações, dominações e virtualidades. Como viver com alguma poesia? Como viver com as outras pessoas?

Lesões incompatíveis com a vida

Tags

, , , , , , , ,

Leitura_Mirna-17

Em 28 de novembro foi a vez da leitura encenada da peça “Lesões incompatíveis com a vida”, de Angélica Lidell e direção de Paulo Roberto Farias, dentro do projeto Quartas Dramáticas no Studio Stravaganza. Participação especial Duda Cardoso.

Leitura_Mirna-6

A voz de uma mulher é a protagonista de “Lesões incompatíveis com a vida”. Uma mulher que não deseja legar filhos ao mundo, que sabe da sua força e do seu papel na História – por isso protesta. O seu corpo é o seu protesto. Com seu corpo infértil ela protesta contra toda forma de opressão, contra a injustiça, contra uma sociedade decadente e apodrecida. A sua violência verbal é a sua luta contra a violência real. O Quartas Dramáticas tem realização da Ato Cia Cênica, Cia Indeterminada e Cia Stravaganza.

Fotos Adriana Marchiori

 

Tudo Nasce de uma ferida íntima

Tags

, , , , , ,

Alt_20181123_KinoBeat_0087

O Kino Beat tem o histórico de incentivo à criação e desenvolvimento de shows e espetáculos inéditos para compor a sua programação. Para a quinta edição do festival, que ocorreu de novembro de 2018 a janeiro de 2019, o espetáculo “Tudo nasce de uma ferida íntima”, foi desenvolvido de forma colaborativa e horizontal por Mirna Spritzer, Isabel Nogueira e Gabriel Cevallos.

Alt_20181123_KinoBeat_0262

Duas mulheres em cena. Construída apenas com registros de autoras, a dramaturgia de “Tudo Nasce” é formada por textos líricos, reportagens, entrevistas, textos escritos especialmente pra ocasião, áudios de Marielle Franco e Angela Davis, além de trechos do filme ”Um corpo feminino”, de Thais Fernandes. Uma performance de palavras, vozes, sons e luz, em remix de gestos e vozes de mulheres.

Alt_20181123_KinoBeat_0173

Alt_20181123_KinoBeat_0216

Sons, poesia de sons e música. Música de palavras e gestos. Remix de ser muitas mulheres. Universo de sensações. Dor e prazer. Som e fúria. Fragmentos de entrevistas, depoimentos, poesia e escritas pessoais. Tudo nasce de uma ferida íntima. Cinema e luz projetando corpos femininos. Outras tantas nas vozes e imagens. Um quebra-cabeças em loop. Em cena, o sentimento, o ruído, a celebração de ser agora.

Alt_20181123_KinoBeat_0185

Alt_20181123_KinoBeat_0201

Textos: Angélica Freitas, Cássia Pinto, Daniela Delias, Eliane Brum, Isabel Nogueira, Mirna Spritzer, Dea Trancoso, Sophia de Mello Breyner Andresen, Wislawa Symborska e Xoxotas de Pelotas. Entrevistas de Angélica Lidell e Debora Noal

Participação especial de Thais Fernandes com o curta-metragem “Um corpo feminino” e desenho e luz de Mirella Brandi.

Fotos: Fabio Alt

Alt_20181123_KinoBeat_0245

Alt_20181123_KinoBeat_0443

Abril em Cena

Muitas vezes a vida conspira a nosso favor.

Ainda, mesmo com o mundo ruindo à nossa volta, resistimos nos palcos e nas ruas.

Criamos espaços e tempos de poesia, música e cena.

Na próxima semana, sigo comemorando meus 61 anos fazendo os três espetáculos com os quais venho trabalhando e circulando.

Assim…

CIDADE PROIBIDA

24 de abril às 22 horas na Praça do Aeromóvel

LÍNGUA MÃE. MAMELOSCHN

28 de abril às 21 horas no Theatro São Pedro

SARAU DESLOCAMENTOS

29 de abril às 18 horas no Vila Flores, Projeto Deslocamentos 4D

 

Cidade Proibida

Florianópolis, março de 2018

Foto Cristiano Prim